Veja como é dividido o trabalho internacional no Brasil

Veja como é dividido o trabalho internacional no Brasil
Avalie este artigo!

Na divisão internacional do trabalho, o Brasil continua sendo predominantemente um fornecedor de produtos agrícolas com uma orientação de exportação pronunciada. Em termos de exportações agrícolas, o Brasil fica atrás apenas dos Estados Unidos e da França. As principais culturas de exportação – café, cacau, algodão, cana-de-açúcar e soja – respondem por mais de um terço da área cultivada.

O Brasil, líder mundial na produção de banana, feijão, é o segundo maior produtor mundial de soja e cacau, é o maior produtor de arroz do Hemisfério Ocidental e possui uma das maiores criações de gado do mundo. Indústria extrativa. Sabe-se que o Brasil possui os depósitos de minerais mais ricos, embora ainda não totalmente explorados, mas com o prazo imposto de renda você poderá estar explorando.

Quase todo estado no Brasil é minerador

Os recursos naturais do Brasil, especialmente o minério de ferro, estão em grande demanda entre os grandes países industrializados, como a China. O líder do setor de mineração é o estado de Minas Gerais.

Minerador

As reservas de minério de ferro encontradas hoje no Brasil são suficientes para satisfazer as demandas de toda a comunidade mundial por esse tipo de recursos naturais nos próximos 100 anos (levando em consideração o nível atual e a taxa de crescimento da produção). O fato recente da presença de um grande minério de urânio com alto teor de urânio de 1,3% em Minas Gerais e Goyas também é de grande importância.

O Brasil possui reservas de potássio, fosfato, tungstênio, cassiterita (minério de estanho), chumbo, grafite, cromo, ouro, zircônio e um raro mineral-tório radioativo. O país também possui 90% da produção mundial de pedras preciosas – diamantes, águas-marinhas, topázios, ametistas, turmalinas e esmeraldas.

Graças ao desenvolvimento de campos offshore, o Brasil deixou de depender das importações de petróleo e, pela primeira vez em décadas, mudou para a auto-suficiência com matérias-primas de hidrocarbonetos. Atualmente, o país possui três complexos petroquímicos com capacidade total de 1,5 milhão de toneladas por ano.

Agricultura

Desde meados do século XX. começou a reduzir a participação da agricultura no produto nacional bruto. Atualmente, menos de um terço da população economicamente ativa está empregada nesse setor (30%). O Brasil é independente em fornecer alimentos, além disso, o país é o principal exportador de grãos tropicais.

O Brasil é o primeiro produtor de café do mundo, que é sua principal exportação. Ela veio em primeiro lugar para suprimentos de cana de açúcar. A soja e seus produtos (ração animal) são outra parte importante das exportações. Ela cultiva arroz, cana-de-açúcar, milho, trigo, algodão, cacau e outras culturas.

A produção de cereais aumentou significativamente, incluindo trigo, arroz, milho e, especialmente, a soja. Frutas silvestres, como a borracha, a castanha-do-pará, o caju, a cera e a fibra, são cultivadas em plantações especiais, mas não são extraídas das árvores da floresta que foram praticadas antes.

Clima do pais

Devido à variedade do clima, o Brasil cultiva todos os tipos de frutas, desde tropicais no norte (várias nozes e abacates) até uma enorme quantidade de frutas cítricas e uvas em áreas com clima mais temperado no sul. Em 2005, 85% das laranjas foram exportadas na forma de suco concentrado, a renda foi estimada em US $ 1,5 bilhão.

Clima

O país ocupa o primeiro lugar no mundo em reservas de madeira de várias espécies valiosas. Também deve ser acrescentado que o Brasil é o quarto maior produtor de carne bovina e o quinto para suas exportações.

No início do novo século, o Brasil avançou na produção de uma variedade de produtos acabados – máquinas e equipamentos para processamento, dominou a produção de aeronaves, equipamentos elétricos e eletrônicos, produtos têxteis manufaturados, roupas e calçados.

Engenharia mecânica

Em 1957, várias fábricas foram lançadas e atualmente um milhão de carros são produzidos anualmente no país, todos os componentes são 100% fabricados no Brasil. O país ocupa agora o 10º lugar entre os líderes mundiais na produção de veículos motorizados, e os carros nacionais se distinguem por um design especial de desempenho. O mais importante é a engenharia de transporte (construção naval).